Baby & Arabic rices: differently good

A empresa Novarroz – Produtos Alimentares SA tem um projeto aprovado, no âmbito de PDR 2020, com um incentivo aprovado no valor de 570.119,15 euros, sendo 484.601,28 euros de comparticipação comunitária e 85.517,87 euros de comparticipação nacional.
O projeto comtempla a capacitação da linha de produção da Novarroz com novos equipamentos e infraestruturas de forma a possibilitar a produção de novos produtos, com características muito específicas, destinados ao mercado internacional.
Na sequência de novas parcerias comerciais estabelecidas, que proporcionam o desenvolvimento de novos produtos de alto valor acrescentado e com margens de lucro muito superiores, decorrem outras exigências ao nível do processo produtivo. O projeto visa, por um lado, responder aos desafios e necessidades dos clientes, bem como corresponder às exigências legais que os novos produtos requerem e o cumprimento das normas de certificação IFS e BRC.
As novas variedades de arroz a produzir, e que fundamentam as necessidades de investimento, destinam-se à produção de arroz para comida para bebés – Baby Food e arroz específico para novos mercados de exportação, nomeadamente o mercado árabe. Estes produtos apresentam exigências acrescidas em todo o processo produtivo face aos mercados para os quais a empresa já exporta.
Com este projeto, a Novarroz está a ir de encontro aos objetivos estratégicos da região uma vez que irá sustentar o seu crescimento na inovação e em fatores dinâmicos de competitividade que permitirão o reforço da sua posição no mercado, promover o emprego qualificado na região, promover o desenvolvimento sustentável através da implementação de novos sistemas na linha de produção que, para além de promover a produtividade e competitividade, incidirá na eficiência energética e redução do impacto ambiental.
O presente investimento tem como missão congregar os interesses e as necessidades do setor agro-alimentar, promover e partilhar o conhecimento, incentivar a inovação, e prestar apoio científico e tecnológico transversal às empresas da fileira agro-industrial, de modo a aumentar o seu índice tecnológico e assim reforçar a competitividade da economia portuguesa.
O presente projeto vai de encontro aos objetivos estratégicos definidos no Pólo Agroalimentar, uma vez que visa:
• Aumentar o seu índice tecnológico, e a sua competitividade e representatividade nos mercados internacionais;
• Tornar a empresas energeticamente mais eficientes e mais sustentáveis ambientalmente;
• Alcançar um crescimento sustentado da quota de oportunidade e de mercado das empresas da fileira alimentar;
• Fortalecer a imagem das empresas da fileira alimentar no mercado internacional;
• Aumentar a competitividade das empresas, apostando na criação de mais valor.

Neste sentido a NOVARROZ prevê na sua estratégia de atuação três aspetos fundamentais:
Aposta na comercialização e marketing: A Novarroz vai investir em consultoria na área de marketing e no desenvolvimento de novas embalagens adequadas aos novos produtos e mercados a explorar, oferecendo uma melhor resposta aos clientes, para assim eliminar pontos fracos relacionados com a capacidade comercial e de marketing e conseguir uma prestação de serviços eficiente.
Aposta na internacionalização: A Novarroz já desenvolveu vários projetos de internacionalização que lhe permitem deter uma posição consolidada no mercado internacional, continuando a investir de forma sustentada na abertura a novos mercados (como é o caso deste projeto), capitalizando os investimentos anteriores no desenvolvimento de novos negócios.
Canais de distribuição diversificados: A Novarroz tem estado atenta, produzindo e comercializando produtos que lhes permitem marcar a diferença e ganhar quota de mercado. A Novarroz tem alcançado, além dos canais mais clássicos, novos nichos de mercados, nomeadamente os mercados dos produtos biológicos, das refeições prontas, dos produtos “Gourmet” e das compras on-line. Com este projeto, pretende desenvolver novos nichos: baby food e mercado árabe, cujas especificidades dos produtos se diferenciam dos demais.
Os produtos para Baby Food pelas suas características e exigências são um produto de alto valor acrescentado. Os clientes para este produto são as empresas multinacionais de alimentos para bebé, pelo que estamos a falar de uma componente acrescida do volume de negócios para o mercado externo.
Os produtos para o mercado árabe têm características exigidas sobretudo pelos mercados do médio oriente. Estes mercados têm uma exigência acrescida face aos mercados para os quais a empresa já exporta. Para que as metas sejam atingidas, a empresa tem desenvolvido contatos nos mercados externos, onde tem estado presente nas feiras mais importantes do sector, politica esta que será seguida nos próximos anos.